“Minha atuação nas indústrias de alimentos é realizar a adequação da produção de forma a atender as legislações sanitárias e ambientais, proporcionar os treinamentos necessários junto aos funcionários e implementar programas de garantia da qualidade como Boas Práticas, Procedimentos Operacionais Padronizados e Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle – APPCC.

“Sempre trabalhei com análise de dados em Ecologia e Biologia Evolutiva. Com a chegada da pandemia, comecei a participar de um grupo interdisciplinar da UFG montado para auxiliar a gestão pública e a tomada de decisão a partir de modelos computacionais para tentar entender a expansão da COVID-19 no estado de Goiás, sob diferentes cenários.

“Sempre trabalhamos com análises genômicas. Na área clínica, atuamos com diversas tecnologias relacionadas aos exames necessários para o diagnóstico de doenças ou condições, principalmente o sequenciamento de genes, painéis de genes e exomas. Há dois anos, atuamos também em informes genéticos direto ao consumidor para prevenção de doenças, farmacogenética, nutrigenética, fitness, entre outras finalidades.

Página 27 de 30